© 2005, Centro de Referência em Informação Ambiental, CRIA
Sistema hospedado no Internet Data Center da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, RNP
A Flora brasiliensis foi produzida entre 1840 e 1906 pelos editores Carl Friedrich Philipp von Martius, August Wilhelm Eichler e Ignatz Urban, com a participação de 65 especialistas de vários países. Contém tratamentos taxonômicos de 22.767 espécies, a maioria de angiospermas brasileiras, reunidos em 15 volumes, divididos em 40 partes, com um total de 10.367 páginas.